Associação de Artes Performativas da Covilhã

A Quarta Parede [QP], associação sem fins lucrativos criada em 2002 na Covilhã (Beira Interior, Centro, PT), é uma estrutura profissional de criação, mediação e programação no universo das artes performativas e cruzamentos disciplinares.

Temos como propósito promover na Beira Interior a produção e criação artística de natureza emergente e multidisciplinar e contribuir para o acesso regular das populações à criação, fruição e participação artística. Defendemos um trabalho continuado e de proximidade na região, ativo no estabelecimento de sinergias nacionais e internacionais e, também, no estreitar de parcerias com municípios e entidades locais pela valorização do trabalho artístico no desenvolvimento deste território, e pelo acesso efetivo às artes das populações afastadas dos grandes centros da decisão política e produção cultural.

Os nossos projetos

Criação accordion-plus accordion-minus

Dedicamo-nos à criação de espetáculos de teatro e outros projetos artísticos em interseção com outras áreas, entre os quais, projetos com envolvimento de pessoas das comunidades locais na pesquisa dramatúrgica e, também, como cocriadoras e intérpretes. Valorizamos temas ligados a questões da atualidade e do território que habitamos.

 

Com os nossos espetáculos já passámos por diversos auditórios e festivais como o Festival Escrita na Paisagem, BIME-Bienal Internacional de Marionetas, Festival de Teatro da Covilhã, Festival Cale, La Fundición-Bilbao, Fundação Calouste Gulbenkian, Cine-Teatro Avenida, Centro Cultural Vila Flor, Moagem, Teatro das Beiras, Teatro Municipal da Covilhã, Vila Real, Bragança, Guarda, Aveiro, Ílhavo, Alcanena, Torres Novas, Torres Vedras, entre outros.

Programação accordion-plus accordion-minus

Organizamos, desde 2003, o Festival Y - festival de artes performativas que privilegia a área dos cruzamentos disciplinares e linguagens emergentes. Entre os artistas programados salientamos, Josef Nadj & Dominique Mercy, Rui Horta, Pierre Bastien, Olga Roriz, Tiago Rodrigues, Cuqui Jerez, Filipa Francisco, Sílvia Real, Sergi Fäustino, Vera Mantero, Paulo Ribeiro, Mala Voadora, Tânia Carvalho, Cláudia Dias, Dada Garbek e Joana Gama. Destaca-se também a programação de artistas da região, como Factor Activo, Kubik e Defski na música, Luís Afonso nas artes plásticas, Maria Belo Costa na dança e Teatro do Calafrio no teatro. E ainda, as exposições Candeeiros de Emoções (CCB/Jangada de Pedra) e Joan Brossa-Cartells 1975-99 (Fundação Joan Brossa) e as edições “Viagens na Minha Terra-Covilhã” dos fotógrafos Augusto Brázio e Nelson D’Aires.

Desde 2020, organizamos o EM TRÂNSITO - artes performativas para novos públicos, um espaço de programação dirigido à mediação e formação de públicos que privilegia particularmente o envolvimento das comunidades escolares e famílias.

 

De 2009 a 2014, organizámos o 1º Andar - mostra de criadores emergentes que apresentou novos criadores como David Marques, Dinis Machado, Elizabete Francisca & Teresa Silva, Lander Patrick, Raquel André, Tiago Cadete e Raquel Castro.

Mediação accordion-plus accordion-minus

Valorizamos a formação, mediação e participação através de atividades artístico-pedagógicas que vão ao encontro de diferentes públicos, jovens e adultos. Realce para os workshops de fotografia de espetáculo com Susana Paiva (2007/2008/2009) e de arte contemporânea com Magda Henriques (2004/2005/2009/2010).

 

No âmbito da intervenção artístico-social, desenvolvemos o NÓS (2013-14/Programa Cidadania Ativa/EEAGrants), a direção artística do VELEDA - Mulheres e Monoparentalidade (2019-2021/PARTIS FCG), promovido pela Beira Serra, e integrámos o RASGAR SILÊNCIOS, promovido pela Coolabora (2019-2021/Programa Cidadania Ativa EEAGrants). Desde 2018, desenvolvemos o Y PÚBLICOS, um conjunto de ações de mediação em continuidade, entre as quais um Laboratório de Artes Performativas para seniores.

Equipa

Bruna Kievel

Produção e Comunicação

Trabalha com a Quarta Parede na área de produção e comunicação nas mais diversas atividades.

Licenciada em Comunicação Social em Relações Públicas (Universidade Unisinos-Brasil). Pós-graduada em Negócios Sociais (Escola Superior de Propaganda e Marketing-Brasil) e Mestre em Empreendedorismo e Inovação Social (Universidade da Beira Interior-Portugal).

Ao longo do seu percurso profissional trabalhou com organizações públicas, privadas e da economia social na área de gestão de projetos, metodologias participativas, comunicação, relações públicas, comunicação e marketing.

Rui Sena

Direção Artística

Faz parte da Direção Artística da Quarta Parede, que partilha com Sílvia Pinto Ferreira. Trabalha como encenador e programador.

Licenciado em Estudos Teatrais pela Universidade de Évora. Da formação salienta o estágio com Stefano Casi [Teatri di Vita], e  também Konrad Zschiedrich [Berliner Ensemble], Eugenio Barba [Odin Teatret], José Alberto Ferreira, Luís Castro, Bruno Clementin [França], Orjan Herlitz [Suécia], Carlos Reys [Chile].

Dirigiu cerca de 20 encenações, faz consultadoria artística e participa regularmente em debates e conferências.

Sílvia Pinto Ferreira

Direção Artística

Partilha a direção artística da Quarta Parede com Rui Sena, na qual trabalha como encenadora, atriz e em mediação e programação artística.

Licenciada em Estudos Teatrais (Universidade de Évora). Mestre em Teatro e Comunidade (Escola Superior de Teatro e Cinema – IPL). Da sua formação salienta ainda o estágio de investigação em dramaturgia contemporânea sob a tutoria de Jean-Pierre Ryngaert (ANETH, Paris), formação em Teatro de Objetos com Agnès Limbos e pós-graduação em Animação de Histórias (ESELX-IPL).

É autora de artigos publicados na área das artes performativas e práticas artísticas comunitárias.

Financiamento

A Quarta Parede é uma estrutura financiada pela Direção Geral das Artes.

Apoios

Parcerias

Inscreve-te na nossa Newsletter

    Topo Arrasta Ver